Newsletter: GBTA Brasil Junho 2018


Uma visão sobre as viagens corporativas na região da América Latina
Por Horácio Cristaldo, Presidente do Capítulo GBTA Argentina

Para realizar ou pelo menos tentar fazer uma resenha geral do contexto das viagens corporativas a nível da região, devem ser levados em consideração vários fatores que influenciam em dito contexto, a saber:

O primeiro são os diferentes fornecedores da indústria de turismo, como é o caso das companhias aéreas, cada vez maiores, graças às parecerias, e a chegada das numerosas e competitivas  companhias “low cost”, que à medida que avançarem na região, terão uma porção interessante do mercado. Apesar de não estarem focadas no público corporativo, não deixam de ser uma nova opção que pode ser considerada, fundamentalmente, pelo tema de “tarifas”.

As grandes cadeias hoteleiras também devem ser consideradas  já que continuam expandindo suas propriedades por toda a região, mediante novas construções ou novas fusões, fazendo com que isto se converta em um mercado mais competitivo e de maiores exigências, produto da demanda dos clientes. As empresas, concomitantemente, devem continuar analisando o custo-benefício de continuar viajando e de trabalhar sua Política de Viagens, que pode ser cada vez mais restritiva (passagens em classe economy, nada de business) e, por outro lado, também podem dar um valor agregado à possibilidade de viajar, como o fato de reter talentos dando-lhe maior flexibilidade na hora de viajar (Bleasure).
Outro ponto para se ter em consideração  é o avanço das empresas quanto aos sistemas de “autogestão”, seja por meio de uma agência com uma OBT ou empresas menores, que buscam de forma direta (via internet) as companhias aéreas e hotéis, ou seja também através das OTA. E por último, e não por isso menos importante, o contexto político/econômico dos países da região. Eu, em particular como cidadão argentino, vejo que o contexto inflacionário faz com que a visão das empresas se circunscreva à prazos muito curtos devido, precisamente, as mudanças significativas do câmbio do dólar norte-americano. O crescimento da inflação faz com que sejam  tomadas muitas precauções, fazendo com que as empresas que planejam seguir viajando analisem em mais detalhe ditas decisões.

Em conclusão, de um lado se vê um horizonte muito favorável, em uma região cada vez mais interconectada e com maior tecnologia à disposição dos viajantes de negócios, Travel Managers e fornecedores. Por outro lado, existe uma falta de confiança a médio e longo prazo a respeito da consolidação desses novos atores, dos prestadores de serviços que possam fazer que estes sejam demandados a fim de que encontremos o equilíbrio nem sempre alcançado entre oferta e demanda.

 

 

Convenção GBTA 2018 Celebrará seu 50º  Aniversário em Agosto na Cidade de São Diego

A Convenção GBTA 2018, o maior encontro anual de viagens de negócio do mundo, terá lugar em seu 50º  aniversário, de 11 a 15 de agosto em São Diego, Califórnia, com a participação de conferências de alto nível, como Billie Jean King, ícone do esporte, pioneira da justiça social e empresária; e Kevin O’leary, investidor no programa Shark Tank de ABC e Presidente de O’Shares ETF Investments Financial Group.

Esta será a edição número 50, a qual celebrará o grande caminho recorrido e o momento criado a partir das últimas tendências, mudanças e evoluções na indústria das viagens de negócio.  A convenção reunirá ao redor de 7000 profissionais de viagens de negócio de mais de 50 países do mundo e terá mais de 100 sessões educativas e de desenvolvimento  profissional, a maior travel expo a nível global e importantes oportunidades de negócios.  Para maior informação, visite nosso site.

 

 

São Paulo Terá Sua Sexta Conferência na Próxima Semana

São Paulo se prepara para celebrar a sexta edição da Conferência GBTA, que terá lugar no próximo 11 de junho no Palácio Tangará São Paulo. Espera-se  mais de uma centena de participantes, que terão acesso à sessões educativas e apresentações de vanguarda sobre temas de interesse para a indústria de viagens corporativas, bem como a uma ampla exibição de produtos e serviços.
Entre os temas que serão tratados este ano estão: Startups, tendências da mobilidade corporativa, gerência e inteligência de negócios, comércio digital, viagens de negócios em tempos de bleisure e gestão de riscos.

Para maior informação e inscrições, entre em nosso site.

 

 

Estudo Mostra que Viajantes de Negócio Enfrentam Mais Riscos que Seus Homólogos Masculinos

 

Os viajantes de negócio correspondem a 40% do total de viajantes de negócios no mundo, número que continua crescendo. No entanto, os profissionais em viagens de negócios concordam que suas homólogas femininas enfrentam mais riscos ao viajar, segundo mostrou um recente estudo de GBTA e WWStay. Os resultados deste estudo foram apresentados em um webinar realizado pela GBTA no mês de abril, com a finalidade de mostrar como este tema está sendo abordado nos Programas de Viagens Corporativas das companhias. 

Se desejar ver o webinar (em inglês), clique aqui.

You may also like

LEAVE A COMMENT

Archives